728x90 AdSpace

Breaking

[recent][ticker2]
quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Um projeto sensato que deve gerar polêmica entre uma classe influente

O deputado Joaquim Ruiz (PV) deve apresentar na próxima semana um projeto de lei com o objetivo de criar o Curso de Medicina na Universidade Estadual de Roraima (UERR). A proposta me bem intencionada e pretende suprir a carência de profissionais de saúde aqui no Estado de Roraima. Certamente terá o apoio de parte significativa da sociedade.

Há, no entanto, o prenúncio de que a proposta de Ruiz venha a causar bastante polêmica entre a classe médica local que, afirmam vozes que vivem o ambiente da Saúde local, não querem concorrência. O problema é que há uma carência muito grande de bons profissionais da área, médicos realmente comprometidos com o bem-estar da população.

Talvez esse seja um dos mais importantes projetos a serem apresentados este ano na Assembleia Legislativa, pois ataca um problema que mexe com os interesses diretos da sociedade, pois todos querem um serviço de saúde cada vez melhor e isso só é possível com a formação de profissionais para atender à demanda.

Se houver de fato a discordância dos médicos quanto a essa proposta, essa será totalmente motivada pelo desejo de manter uma reserva de mercado que acaba por prejudicar os usuários que necessitam de atendimento. No mais, da discussão da proposta até a possível implantação do curso – se o projeto vier a ser aprovado na Assembleia – levará um bom tempo.

Então, não tem porque haver movimento contrário a este projeto que vai atacar um dos problemas crônicos da Saúde local: a falta de médicos para suprir as necessidades do sistema de saúde estadual.
Um projeto sensato que deve gerar polêmica entre uma classe influente Reviewed by Luiz Valério on agosto 04, 2011 Rating: 5 O deputado Joaquim Ruiz (PV) deve apresentar na próxima semana um projeto de lei com o objetivo de criar o Curso de Medicina na Universidade...

Reações:

[saúde pública][carousel1]

Nenhum comentário:

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.