PEC que reduz tempo de recesso desagrada deputados

A proposta de emenda à Constituição do Estado de Roraima (PEC) proposta pelo corregedor-geral da Assembleia Legislativa, deputado Erci de Moraes, com o objetivo de reduzir o tempo de recesso parlamentar para apenas 30 dias por ano soou indigesta para alguns deputados que gostam de cabular as sessões ordinárias.

É provável que a PEC de Erci de Moraes não seja aprovada, porque alguns dos deputados que se elegem prometendo trabalhar seriamente pelo povo, ao tomar posse, começam a tratar o mandato com certo desinteresse e sempre encontram mil e uma maneiras de justificarem sua ausência às reuniões.

Há rostos na Assembleia que vivem a bradar pela moralidade na vida pública, mas tratam o mandato que lhe foi outorgado com desdém. O ex-presidente da Assembleia, deputado Mecias de Jesus ontem pediu mais tempo para analisar a PEC e acenou com o desejo de apresentar uma emenda à emenda.

Sendo assim, penso que a discussão em torno da PEC da redução do tempo de recesso vai causar certa polêmica quando chegar a plenário para votação. Sei que pelo menos três deputados, exatamente aqueles menos dispostos participarem das sessões, logo se posicionaram contra a PEC.
Esse assunto ainda vai render muita discussão na Casa do Povo.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.

Tecnologia do Blogger.