Pular para o conteúdo principal

Empresa lança aplicativo para marketing eleitoral

As eleições municipais estão chegando e como tenho escrito aqui no blog, as tecnologias da informação e as redes sociais tendem a ter o seu uso intensificado pelos candidatos. Para quem quer usar a tecnologia a seu favor na campanha, surgiu mais uma novidade. A empresa especializada em inovação tecnológica da informação, Pocket Mídia, lançou um sistema de Geo-Mobile, apresentado como inédito no Brasil. A novidade possibilita “a gestão da comunicação mobile diretamente entre os candidatos e os eleitores através da automatização dos envios SMS e torpedo de voz nas campanhas políticas”, conforme diz o release da empresa, enviado à imprensa.

Batizado de Pocket Político, o aplicativo poderá ser usado por partidos em diferentes municípios do país. Uma curiosidade do aplicativo é que ele não pode ser usado por candidatos adversários na eleição de 2012. A empresa Pocket Mídia disponibiliza apenas um por cidade. Isso quer dizer que quem quiser usar a novidade nas eleições deste ano tem de inscrever primeiro, seja candidato ou partido político, para poder ter direito exclusivo ao uso do programa na eleição municipal.

O aplicativo Pocket Político permite a geo-comunicação entre candidatos e eleitores
 O Pocket Político é inspirado no sistema utilizado na campanha presidencial de Barack Obama, nos Estados Unidos, em 2008. Os dois principais partidos brasileiros da atualidade - PT e PSDB - são os mais interessados pelo aplicativo no momento. No entanto, o PMDB que tem a pretensão de aumentar o número de prefeitos nas cidades brasileiras no pleito deste ano, também está buscando adquirir a novidade. Alguns partidos como o PT de São Paulo e o PTB em Peruíbe, no litoral paulista, são os primeiros clientes do Pocket Político.

Robson Galiano, gerente de operações da Pocket Mídia, afirma que o aplicativo dar ao partido ou candidato a possibilidade de escolha no mapa a área específica de seu município onde pretende atuar de forma mais intensa e, dessa forma, segmente a comunicação para a população. A empresa afirma que, assim, é possível atuar de acordo com as necessidades de cada região, enviando informações de SMS e mensagens pré-gravadas de voz. Veja o aplicativo funcionando neste endereço aqui.

Galiano diz que o candidato terá um canal de comunicação poderoso e pontual com cada eleitor. “O candidato pode, assim, transmitir as ideias que tem para uma cidade, um bairro ou até uma rua, com 96% de adesão média da população”, afirma. Para atingir 100 mil eleitores, por exemplo, o investimento é de R$ 100 mil. O custo per capta vai ficando mais barato quanto maior for o número da base eleitoral prospectada.

O Pocket Político vem sendo desenvolvido há dois anos pela Pocket Mídia. De acordo com as informações da empresa, foram investidos R$ 2,5 milhões em estudos para viabilização do projeto. Futuramente, o sistema também poderá ser utilizado em campanhas informativas sociais de prefeituras, governos estaduais e o governo federal, como alertas de enchentes, acidentes, quedas de barreiras, vacinação em massa, cuidados com a dengue, entre outros. A empresa Numeral8, uma das maiores operadoras de telefonia da América Latina, foi a escolhida para viabilizar tecnicamente o disparo de mensagens

Comentários

Popular Posts

Haja espera no tabuleiro político do Crato

Muito se prometeu. Mas, nada de impactante no cenário político municipal neste final de semana. Três siglas se reuniram e, somente o PSD, trouxe alguma novidade para este pleito. Os primeiros a se reunirem foram os comunistas que vão deixar para o final do mês a decisão se terão chapa pura, se vão se coligar com o PT ou unir-se-ão ao candidato José Ailton Brasil, do PP.

O Partido dos Trabalhadores também procrastinou a decisão de como marcharão em outubro próximo. É mais uma sigla rachada e com característica de dubieadades. Transita entre apoiar José Ailton como combinaram na reunião do Palácio da Abolição, partir com candidatura própria ao lado do PC do B ou, até mesmo, apoiar a reeleição do prefeito Ronaldo Gomes de Matos, que calado acompanha o desenrolar dos acontecimentos.

Já o Partido Social Democrata, que também participou das duas reuniões com o governador e demais partidos, esteve reunido na noite de sábado, na sede do Poder Legislativo e, de goleada, descartou o apoio à cand…

Jucá contrata empresa de amigo com verba de gabinete

As denúncias contra o senador Romero Jucá não param de surgir.

Agora veio à tona a história acerca da contratação da empresa Norte Produções Ltda, sediada aqui em Boa Vista, para a criação de vídeos de prestação de contas do gabinete de Jucá.

Criada em 2006, a Norte Produções pertence – segundo os documentos publicados pelo UOL – ao publicitário Hemetério Pires Costa Júnior, que é o ex-marido da atual mulher de Jucá, Roselene Brito (a Rose)

Segundo o Portal UOL, o senador roraimense usou R$ 199 mil de sua cota parlamentar para pagar a empresa de publicidade de Hemetério Pires, que na matéria é tratado como “um amigo que trabalhou em seu gabinete”

Hemetério, um grande profissional, diga-se de passagem, foi nomeado por meio dos chamados atos secretos, atos administrativos realizados na gestão de José Sarney (PMDB-MA), como presidente do Senado, que não eram divulgados ao público.

As informações acerca dos pagamentos estão disponíveis no Portal da Transparência do Senado. O UOL diz que…

Índios decidem pela permanência de Pacaraima

A polêmica se arrasta por mais de duas décadas e somente agora, após assembleia geral que durou três dias (15, 16 e 17 de junho) na Comunidade Boca da Mata, mais de 800 índios decidiram pela permanência do município de Pacaraima, que faz divisa com a Venezuela e está na extensão territorial da Terra Indígena São Marcos, ao norte de Roraima, reconhecida e homologada desde 1991, pelo Governo Federal.

A decisão reforça o posicionamento do Governo do Estado em manter o município na Terra Indígena, considerando os quase mil estabelecimentos comerciais, estrutura institucional (Exército, universidade, bancos, Prefeitura, Câmara de Vereadores e órgãos públicos) e os mais de 10 mil moradores, conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Só este ano, a governadora Suely Campos (PP) esteve duas vezes em Brasília para dialogar com o STF (Supremo Tribunal Federal), onde tramita desde 2010 a Ação Civil Ordinária 499-2, de autoria da Funai (Fundação Nacional do Índio),…