Mecias estaria buscando reaproximação com Anchieta (?)


Não é de hoje que o deputado Mecias de Jesus (PRB) anda sumido das sessões ordinárias da Assembleia Legislativa. Só aparece de vez em quando. Desde que deixou a presidência da Casa, ele anda meio à margem das discussões. Quis até falar grosso, denunciando um suposto esquema de grilagem de terras nesse processo de regularização fundiária tocado pelo Instituto de Terras de Roraima (Iteraima), mas logo se calou. Parece que o assunto nunca existiu. Algo o fez calar.

Depois, deixou a liderança do grupo de oposição, pois seus colegas de bancada tinham-no como uma estrela solitária, que insistia em brilhar sozinha, ofuscando os outros aspirantes ao estrelato. A mudança na liderança da oposição deixou Mecias um pouco mais deslocado, ainda que seus pares oposicionistas sempre façam alusão a ele como uma liderança, para não melindrar de todo o vaidoso político.
Mecias é tido como líder e modelo por seus colegas oposicionistas
 Fiquei sabendo, recentemente, que Macias de Jesus tem tentado se reaproximar do governo. Teria ele a intenção de refazer as pazes com o governador Anchieta Júnior, com quem rompeu bruscamente em 2010 para apoiar a candidatura de Neudo Campos (PP) ao Governo do Estado. 

Passada a eleição, Mecias alimentou o sonho de ver Neudo ganhar o governo no tapetão e passar a dar as cartas na Secretaria de Estado da Infra Estrutura – Seinf. Ele queria mesmo era a Secretaria de Educação ou a de Saúde – as de maior orçamento - mas Neudo disse que não, essas eram dele. Mecias poderia ficar com a Seinf. Mas os ânimos foram arrefecendo com o passar do tempo e Mecias foi ficando cada vez mais isolado na Assembleia.

O padrinho da tentativa de reaproximação de Mecias com o governador Anchieta seria o presidente da Assembleia Legislativa e fiel amigo do ex-líder da oposição, deputado Chico Guerra (PSDB). Do mesmo partido do governador e descontente por estar vendo seu amigo tão deslocado, Guerra teria intercedido, por diversas vezes, junto ao governador, tentando uma reaproximação com Mecias. Mas Anchieta não que nem ouvir falar sobre essa história.


Perguntei hoje pela manhã ao próprio Chico Guerra se ele estava realmente encampando essa jogada arriscada – para ele Guerra – que é forçar a barra para recompor a relação de Mecias com Anchieta. Chico Guerra negou. Disse que não. Afirmou que se estiver havendo esse tentativa de reatar o “namoro” entre Mecias e Anchieta, está sendo usado outro caminho. Ele está fora disso. Essa é a versão de Chico Guerra, ainda que minhas fontes garantam que há controvérsias.

Conversei também com outro parlamentar ainda hoje sobre esse assunto. Este me disse que sabe dessa história, que já ouviu vários relatos e que há indícios, sim, de tentativa de reaproximação de Mecias com o governador. Esta fonte que comunga do mesmo grupo governista do qual Guerra faz parte não quis dizer com todas as letras, mas deixou transparecer ser verdadeira a versão que minha fonte primária me passou.

Outro deputado, dessa vez de oposição ao governo, me disse que a ausência de Mecias das sessões se deve ao fato dele estar indo muito a Brasília, cuidar dos interesses do grupo de oposição. Esse mesmo parlamentar disse acreditar pouco provável que Mecias de Jesus esteja buscando se reaproximar do governo e do governador. Pelo menos por enquanto. Conforme ele, talvez quando 2014 estiver chegando haja uma tentativa de recomposição, mas agora não. “Agora isso é pouco provável e quase impossível”, disse o nobre parlamentar.

Como a mentira tem pernas curtas e a verdade sempre vem à tona, é uma questão de tempo para que essa história chegue à superfície do mundo político roraimense muito em breve. Aguardemos.

Eu sei que quando os “meciânicos” lerem esse texto vão ficar furiosos e com vontade de me esganar. Mas pelo menos eu mantenho a elegância e procuro tratar de questões delicadas com a educação e o respeito que a situação requer. Baixar o nível, nunca.

4 comentários:

  1. Esse é o tipico texto chamado VIAGEM na maionese. Se nao conhecesse o colega Luiz Valerio e soubesse que ele é uma pessoa LIMPA diria que ele teria fumado meio quilo de maconha estragada antes de escreve-lo. É um texto venenoso, mentiroso e meramente especulativo e quem conhece Luiz Valerio duvida muito que foi escrito por ele. Talvez pro que seja um funcionario do governador tenha que postar esse texto ridiculo, obviamente escrito por um autentico marginal que serve e bajula o governador com textos com objetivos bem definidos.

    ResponderExcluir
  2. O “autor” do texto tanto sabe que é mentira que ja PREVIU a reação daqueles que convivem com o deputado mecias e que conhecem seu caráter. Mecias de Jesus abandonou a barca de Anchieta no momento em que os sangue sugas davam como certa sua vitoria e meio a ofertas de malas cheias de milhões não para permanecer como seu aliados, mas apenas para NÃO se aliar a Neudo. Certamente o resultado da eleição tem muito há ver com os 16 mil votos obtidos por seu filho e pelo milhares de votos obtidos por Mecias de Jesus.


    A oposição de Mecias fez para ele como político, fortaleceu o bloco oposicionista foi decisivo na eleição de senador, deputados federais e estaduais. E não seria agora, em meio ao pipocar de escândalos quando mais do que nunca fica provado que não existe governo e sim umam quadrilha montada pelo senhor Anchieta e 4 ou 5 amigos para saquear o Estado, afinal sem o apoio do deputado Mecias ele precisou de milhões para comprar votos (so da BR 174 foi desviado 70 milhoes) e agora precisa manter o esquema de fraude para pagar os advogados MILIONÁRIOS para se manter no cargo.


    Se Anchieta vai ou não se manter no cargo é um problema da Justiça Eleitoral, principalmente da Corte Superior, o TSE, que hj dá péssimos exemplos, ao proteger o maior criminoso eleitoral da historia do pais. Se Mecias rejeitou maletas com milhões, se foi para oposição e saiu vitorioso e se hj buscasse a aproxima’cao com um governador que pela l’ogica est’a prestes a ser defenestrado do cargo ou pelo menos entrar para a historia de Roraima com outro recorde o de MAIS CORRUPTO, dado aos escândalos diarios provando que seu governo ‘e uma quadrilha de poucos, desviando milhões sem se preocupar com o Estado e sua populacao..

    ResponderExcluir
  3. Mas como o proprio autor ou ASSINANTE do texto diz ele nao tem nenhuma BASE e sua unica chance o DEP Chico Guerra NEGOU veemente a viagem, a especulacao, ou seja la o que seja do amigo Luiz Valerio,, na verdade quem recebe de bandido as vezes tem que se comportar como tal e esse texto é tipo de comportamentos ainda nao associados ao jornalista luiz valério, mas INFELIZMENTE cabe uma resposta mas pelo seu conteudo do que pelo seu autor...

    ResponderExcluir
  4. Bom, meu Caro JR, eu percebo que de repente, desde 2010, você se transformou no "senhor da verdade" e só quem publica informações verídicas sãos os blogues pagos por você e seu grupo, algumas vezes para difamar seus desafetos. Eu, ao contrário, escrevo sobre as questões políticas das quais tomo conhecimento. Mas eu não duscuto com os senhores da verdade, os homens de caráter absolutamente ilibado sobre os quais não pairam nenhuma suspeita. Quem sou eu. Mas mantenho o texto que escrevi a partir de conversas mantidas com várias pessoas, entre elas alguns deputados de oposição e situação.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.

Tecnologia do Blogger.