Pular para o conteúdo principal

Teresa lança pré-candidatura à Prefeitura de Boa Vista

Acabou o mistério (sé é que havia algum). A deputada federal Teresa Surita (PMDB) confirmou agora há pouco, em conversa informal com jornalistas, a sua pré-candidatura à Prefeitura de Boa Vista. Disse que o fez depois de manter uma conversa com o governador José de Anchieta (PSDB), no final de semana. Segundo Teresa, não há nada que barre a sua pré-candidatura nem nada que a impeça de concorrer. Falou com convicção e disse que as afirmações publicadas de que ela não poderá ser candidata devido a impedimentos judiciais “são boatos”. “Sei que para a oposição isso só vai ficar claro quando eu registrar a minha candidatura no TRE", frisou.

A peemedebista justificou a demora em se anunciar como pré-candidata. Disse que estava com dúvida em assumir esse desafio ou não. Alegou que gosta do trabalho que está fazendo na Câmara dos Deputados, com alguma repercussão nacional, como foi o caso da “Lei da Palmada”. Mas, segundo ela, não dava mais para adiar a decisão e, então, chegou a hora e dizer que vai, sim, disputar a Prefeitura de Boa Vista. Teresa disse que já está, inclusive, trabalhando seu plano de governo. A elaboração está no início, conforme destacou.
Teresa disse que é candidata e nada a impede de concorrer
Questionei Teresa Surita sobre quem seria seu pré-candidato a vice. Ela firmou ainda não saber. Alegou não ter nada definido. Questionei-a ainda sobre a viabilidade do nome de Leocádio Vasconcelos, secretário de Saúde do Estado. Teresa disse já ter ouvido falar em Leocádio como seu possível vice, mas ela mesma não sabia ainda. Na verdade, Leocádio seria o nome da preferência do governador Anchieta. Teresa disse que o nome do seu vice sairá do consenso do seu grupo político.

Teresa se diz animada. E afirmou que a sua pré-campanha ganharia as ruas tão logo terminasse a conversa com os jornalistas. Ela demonstrou estar decepcionada com a situação em que Boa Vista se encontra e afirmou ser possível reverter o quadro, dar uma melhor imagem à cidade e recuperar os problemas os problemas surgidos em apenas um ano de mandato. Mesmo com a queda do Fundo de Participação dois Municípios (FPM) da capital, que foi de 5.0% para 2.1% na atual gestão. “Se tudo der certo, claro”, frisou. Uma das preocupações de Teresa é a situação a que chegou o aterro sanitário de Boa Vista, que está derramando chorume e lixo dentro dos igarapés.

A pré-candidata do PMDB disse que a redução do Fundo de Participação do FPM foi decorrente de problemas de gestão. A perda foi algo em torno de R$ 7 milhões. Assumindo de fato a sua pré-candidatura, Teresa disse que, se nas suas gestões anteriores foi dada muita atenção aos jovens em situação de risco social, caso se eleja no pleito deste ano, voltará seus cuidados para a primeira infância. Vai construir novas creches e dar atenção e acompanhamento às famílias, além de investir na melhoria da educação. Mesmo falando de projetos, Teresa estava cautelosa. Disse que não quer enfrentar nenhum problema posterior com a Justiça Eleitoral.

Apesar de um indisfarçável descontentamento com a gestão do prefeito Iradilson Sampaio que, segundo ela, desfez tudo ou não deu continuidade a tudo o que havia sido construído nas suas administrações anteriores, Teresa Surita disse que está disposta a conversar com o gestor - se assim ele o quiser - sobre um acordo para o pleito deste ano. Teresa disse que espera por uma campanha limpa. Disse que se for ofendida, vai responder com o sliêncio. Não vai partir parar o jogo sujo.

Bom, uma vez lançada a pré-candidatura de Teresa Surita, vamos ver como o cenário político local vai ficar.

Comentários

  1. "A casa caiu!" Deve ter gente se retorcendo de medo! rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Agora não existe mais dúvida com relação à pré-candidatura de Teresa Surita à prefeitura de Boa Vista. O que se comentava nos bastidores da política, assim como na imprensa local, apenas se confirma. E ao que tudo indica a disputa não será nada fácil, pois tem candidatos fortes vindo aí, além de caras "novas" também. Mas acho que o difícil mesmo será para quem assumir a prefeitura a partir de 2013. Quem entende sabe do que estou falando.

    ResponderExcluir
  3. É verdade, Natanael. Mas para quem acompanha os bastidores da política de perto, como eu, já não havia muita dúvida, sobre se Teresa Surita seria ou não candidata. Eu ainda fiz algumas observações em posts anteriores no que diz respeito à possibilidade de impedimento jurídico, devido a processos no TCU, MPF e a última condenação que também noticiei aqui no blog. Mas que ela queria ser candidata a qualquer custo, não havia dúvidas.

    ResponderExcluir
  4. agora não tem pra ninguem.....

    ResponderExcluir
  5. agora sim! eu tenho em quem votar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.

Popular Posts

Haja espera no tabuleiro político do Crato

Muito se prometeu. Mas, nada de impactante no cenário político municipal neste final de semana. Três siglas se reuniram e, somente o PSD, trouxe alguma novidade para este pleito. Os primeiros a se reunirem foram os comunistas que vão deixar para o final do mês a decisão se terão chapa pura, se vão se coligar com o PT ou unir-se-ão ao candidato José Ailton Brasil, do PP.

O Partido dos Trabalhadores também procrastinou a decisão de como marcharão em outubro próximo. É mais uma sigla rachada e com característica de dubieadades. Transita entre apoiar José Ailton como combinaram na reunião do Palácio da Abolição, partir com candidatura própria ao lado do PC do B ou, até mesmo, apoiar a reeleição do prefeito Ronaldo Gomes de Matos, que calado acompanha o desenrolar dos acontecimentos.

Já o Partido Social Democrata, que também participou das duas reuniões com o governador e demais partidos, esteve reunido na noite de sábado, na sede do Poder Legislativo e, de goleada, descartou o apoio à cand…

Jucá contrata empresa de amigo com verba de gabinete

As denúncias contra o senador Romero Jucá não param de surgir.

Agora veio à tona a história acerca da contratação da empresa Norte Produções Ltda, sediada aqui em Boa Vista, para a criação de vídeos de prestação de contas do gabinete de Jucá.

Criada em 2006, a Norte Produções pertence – segundo os documentos publicados pelo UOL – ao publicitário Hemetério Pires Costa Júnior, que é o ex-marido da atual mulher de Jucá, Roselene Brito (a Rose)

Segundo o Portal UOL, o senador roraimense usou R$ 199 mil de sua cota parlamentar para pagar a empresa de publicidade de Hemetério Pires, que na matéria é tratado como “um amigo que trabalhou em seu gabinete”

Hemetério, um grande profissional, diga-se de passagem, foi nomeado por meio dos chamados atos secretos, atos administrativos realizados na gestão de José Sarney (PMDB-MA), como presidente do Senado, que não eram divulgados ao público.

As informações acerca dos pagamentos estão disponíveis no Portal da Transparência do Senado. O UOL diz que…

Índios decidem pela permanência de Pacaraima

A polêmica se arrasta por mais de duas décadas e somente agora, após assembleia geral que durou três dias (15, 16 e 17 de junho) na Comunidade Boca da Mata, mais de 800 índios decidiram pela permanência do município de Pacaraima, que faz divisa com a Venezuela e está na extensão territorial da Terra Indígena São Marcos, ao norte de Roraima, reconhecida e homologada desde 1991, pelo Governo Federal.

A decisão reforça o posicionamento do Governo do Estado em manter o município na Terra Indígena, considerando os quase mil estabelecimentos comerciais, estrutura institucional (Exército, universidade, bancos, Prefeitura, Câmara de Vereadores e órgãos públicos) e os mais de 10 mil moradores, conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Só este ano, a governadora Suely Campos (PP) esteve duas vezes em Brasília para dialogar com o STF (Supremo Tribunal Federal), onde tramita desde 2010 a Ação Civil Ordinária 499-2, de autoria da Funai (Fundação Nacional do Índio),…