Pular para o conteúdo principal

Chico assume governo com mais apoio na Assembleia que Anchieta; secretariado foi anunciado hoje pela manhã

 A solenidade de posse do governador Chico Rodrigues (PSB) também foi regada a vaias, mas para o renunciante José de Anchieta (PSDB).

Já na solenidade de desincompatibilização, Anchieta foi alvo de muitas vaias de populares e integrantes do Movimento Vem Pra Rua. Algumas pessoas do movimento chegaram a ser presas na Assembleia Legislativa, quando protestavam contra o projeto da Lei de Terras.

Geralmente, quando um bom governante sai, deixa saudade. Anchieta sai deixando alívio para muito. A sua impopularidade era tremenda e, mesmo assim, ele vai se candidatar ao Senado. Aposta na força do poder econômico.

Quando governador, Anchieta teve 17 deputados na sua base de apoio na Assembleia Legislativa. Chico Rodrigues assumiu o governo com 18 deputados do seu lado e esse número deve crescer, uma vez que oposicionistas debatem se aderem ou não ao governo.

Eu já escrevi aqui que Chico Rodrigues é muito mais simpático e popular do que Anchieta. Ao quer disse que vá ser bom governador. Isso só o tempo vai mostrar. Como vai ser a continuidade do governo anterior, não se pode esperar muito.

Mas uma coisa Chico Rodrigues já fez. Mudou quase todo o secretariado. Remanejou alguns integrantes do governo Anchieta para outras pastas, mas mudou quase tudo na essência. Também, se vai ser bom ou ruim, só o tempo dirá.

Você confere logo abaixo o novo secretariado:

Casa Civil: Jose Lurene Avelino
Adjunto: Glair Menezes

Casa Militar: Dagoberto Gonçalves
Adjunto: Mozart Junior

Comunicação: Raimundo Weber Negreiros
Adjunto: Jailton Cordeiro

Cerimonial: Hildete Albuquerque

Proge: A Definir (Tem Dois Nomes)
Controladoria: Maria Perpétua Magalhaes
Adjunto: Flora Coimbra

Seplan: Sergio Pillon
Adjunto: Emilcy Matos

Sefaz: Luis Gonzaga Campos
Adjunto: a definir

Segad: Gerlane Baccarin
Adjunto: Simone Queiroz

Educação: Raimundo Nonato

Saúde: Stenio Nascimento
Adjunto: Alisson Bruno Matias Lins
Dr. Cezar Ferreira

Sesp: Cel. Amadeu Junior
Adjunto: Eduardo Wayner

Polícia Civil: Delegado Luciano Silvestre
Adjunto. Eduardo Henrique

CBMRR: A Definir

PM: Edson Prola
Adjunto: Amaro Junior

Seapa: Álvaro Calegari
Adjunto: Wellington Do Ó

Setrabes: Conceição Escobar
Adjunto: Célia Mota

Seinf: Carlos Briglia
Adjunto:Deuchelly Oliveira

Secretaria de Apoio aos Municípios - Seam: Eugenia Glaucy
Adjunto: Maria Lucia Marques

Sejuc: Cel. Waney Veira
Adjunto: Oziel Castro

Ouvidoria: Eronilde Oliveira

CPL: A Confirmar

Uerr: Reitora Patrícia Macedo
Vice-reitora: Ilma Xaud

Univirr: Antonia Vieira Dos Santos
Vice Reitora: Stella Pinheiro

Academia de Polícia Integrada: Paulo Sérgio
Detran: Edgilson Dantas
Cer: Luiz Henrique Raman

Caer: Sebastiao Camelo Filho

Iteraima: Leocadio Vasconcelos

Femarh: Marcelo Levy

Codesaima: Cicero Batista

Iacti: Haroldo Amoras
Ipem: Ramiro Jose
Iper: Barac Bento

Afer: Murilo Gomes Pereira

Aderr: Rosirayna Remor

Comentários

Popular Posts

Haja espera no tabuleiro político do Crato

Muito se prometeu. Mas, nada de impactante no cenário político municipal neste final de semana. Três siglas se reuniram e, somente o PSD, trouxe alguma novidade para este pleito. Os primeiros a se reunirem foram os comunistas que vão deixar para o final do mês a decisão se terão chapa pura, se vão se coligar com o PT ou unir-se-ão ao candidato José Ailton Brasil, do PP.

O Partido dos Trabalhadores também procrastinou a decisão de como marcharão em outubro próximo. É mais uma sigla rachada e com característica de dubieadades. Transita entre apoiar José Ailton como combinaram na reunião do Palácio da Abolição, partir com candidatura própria ao lado do PC do B ou, até mesmo, apoiar a reeleição do prefeito Ronaldo Gomes de Matos, que calado acompanha o desenrolar dos acontecimentos.

Já o Partido Social Democrata, que também participou das duas reuniões com o governador e demais partidos, esteve reunido na noite de sábado, na sede do Poder Legislativo e, de goleada, descartou o apoio à cand…

Jucá contrata empresa de amigo com verba de gabinete

As denúncias contra o senador Romero Jucá não param de surgir.

Agora veio à tona a história acerca da contratação da empresa Norte Produções Ltda, sediada aqui em Boa Vista, para a criação de vídeos de prestação de contas do gabinete de Jucá.

Criada em 2006, a Norte Produções pertence – segundo os documentos publicados pelo UOL – ao publicitário Hemetério Pires Costa Júnior, que é o ex-marido da atual mulher de Jucá, Roselene Brito (a Rose)

Segundo o Portal UOL, o senador roraimense usou R$ 199 mil de sua cota parlamentar para pagar a empresa de publicidade de Hemetério Pires, que na matéria é tratado como “um amigo que trabalhou em seu gabinete”

Hemetério, um grande profissional, diga-se de passagem, foi nomeado por meio dos chamados atos secretos, atos administrativos realizados na gestão de José Sarney (PMDB-MA), como presidente do Senado, que não eram divulgados ao público.

As informações acerca dos pagamentos estão disponíveis no Portal da Transparência do Senado. O UOL diz que…

Índios decidem pela permanência de Pacaraima

A polêmica se arrasta por mais de duas décadas e somente agora, após assembleia geral que durou três dias (15, 16 e 17 de junho) na Comunidade Boca da Mata, mais de 800 índios decidiram pela permanência do município de Pacaraima, que faz divisa com a Venezuela e está na extensão territorial da Terra Indígena São Marcos, ao norte de Roraima, reconhecida e homologada desde 1991, pelo Governo Federal.

A decisão reforça o posicionamento do Governo do Estado em manter o município na Terra Indígena, considerando os quase mil estabelecimentos comerciais, estrutura institucional (Exército, universidade, bancos, Prefeitura, Câmara de Vereadores e órgãos públicos) e os mais de 10 mil moradores, conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Só este ano, a governadora Suely Campos (PP) esteve duas vezes em Brasília para dialogar com o STF (Supremo Tribunal Federal), onde tramita desde 2010 a Ação Civil Ordinária 499-2, de autoria da Funai (Fundação Nacional do Índio),…