Oposição ao governo na Assembleia Legislativa sofre baixas e já se fala em debandada geral; Brito diz que união permanece

Depois da posse do governador Chico Rodrigues (PSB), na última sexta-feira (4), começaram movimentos e articulações que tendem a enfraquecer a bancada de oposição ao governo na Assembleia Legislativa.

Pelo menos dois deputados antes oposicionistas já aderiram ano novo governo. Trata-se dos deputados Mecias de Jesus (PRB), que, inclusive, já participou de solenidade ao lado de Chico Rodrigues, e Marcelo Natanael, também do PRB, que na semana passada votou a favor da PEC, que aumentou o número de seguranças para ex-governadores para beneficiar o ex-governador José de Anchieta (PSDB).

Esses parlamentares eram ferrenhos críticos do governo, naquela ocasião personalizado em José de Anchieta, o mais impopular governador de Roraima nas últimas décadas. Marcelo Natanael chegou mesmo a chamar Anchieta de palhaço e corrupto em plenário por diversas ocasiões em seus discursos. É preciso lembrar que Natanael se elegeu deputado no grupo governista.

Mecias de Jesus, por sua vez, estava apenas esperando Anchieta desembarcar do poder para se juntar ao grupo. Era tudo o que ele queria. Pelo menos é essa a impressão que temos, diante de tão rápida adesão.

Mas, mesmo diante de quadro tão adverso para a oposição, o líder do grupo de oposição, deputado Brito Bezerra (PP), diz que o grupo oposicionista continua unido.

“Ainda estamos na oposição eu, o deputado Flamarion Portela (PTC), o deputado Soldado Sampaio (PC do B) e o deputado Gabriel Picanço (PRB). Ainda não fui comunicado oficialmente dessa debandada. Estamos na oposição trabalhando contra as ações negativas do Governo do Estado. Tivemos duas baixas, mas eu espero que fique por aí”, disse Brito Bezerra, salientando ter sido comunicado por Mecias de Jesus da sua adesão ao governo.
NOTA DO EDITOR - Eu sou quase capaz de apostar que o deputado Gabriel Picanço não se sustenta muito tempo na oposição. Ele reza pela cartilha do Mecias e este certamente não tardará a convencê-lo a mudar de lado. Para mim é uma questão de tempo. Aguardar para conferir.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.

Tecnologia do Blogger.