Jucá, o homem de R$ 20 milhões, segundo Sérgio Machado

O senador Romero Jucá é acusado por Sérgio Machado de receber R$ 20 milhões em propina oriunda da Petrobras

O senador Romero Jucá é um político de 20 milhões de reais.

VINTE MILHÕES DE REAIS de propina oriunda da Petrobras, segundo o delator Sérgio Machado.

A defesa de Jucá bem que tenta explicar, desmentir, desqualificar Machado. Uma nota aqui, outra ali e a situação fica cada vez pior.

No entanto, Sérgio Machado, homem de confiança do PMDB na Transpetro durante mais de uma década e que resolveu entregar a cúpula do PMDB para livrar seus filhos da cadeia, parece estar bem seguro do que fala.

Até mesmo presidente interino e perdido, Michel Temer, entrou na roda, acusado que foi de pedir dinheiro sujo para bancar a candidatura de Gabriel Chalita em São Paulo.

Temer tentou desmentir, mas sua fala foi amarela. Sequer respondeu a perguntas de jornalistas.

Segundo Machado, os maiores beneficiados do esquema desvendado pelo ex-diretor da Transpetro foram Renan Calheiros (R$ 32 Milhões), Romero Jucá (R$ 20 milhões) e José Sarney (R$ 16 milhões).

Tudo isso dinheiro drenado pelos propinoduto da Petrobras.

Jucá agora só fala das denúncias por meio do seu advogado. Também sua rádio para mentir e tentar desmentir as denúncias.

O fato é que sua situação não é das melhores.

A delação de Sérgio Machado e a das empreiteiras, que ainda estão por vir, podem melar ainda mais a situação já complicada de Jucá.

Se Eduardo Cunha resolver abrir a boca, então, a casa cai de vez. A conferir.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui no blog
Os comentários neste blog são livres, sem moderação.
Aviso, no entanto, que ofensas, palavrões ou quaisquer expressões racistas ou discriminatórias serão apagadas sumariamente.
Para quem comentar com responsabilidade, este espaço estará sempre aberto. Críticas e sugestões para o autor serão bem-vindas.

OBS: Os comentários dos leitores não refletem necessariamente a opinião do autor do blog.

Tecnologia do Blogger.